2010-05-18

Separação

Nesta foto de uma paragem de autocarro são patentes algumas particularidades diferentes do ocidente:



Eu notei primeiro a presença excessiva da cor preta dos tchadors das mulheres iranianas. Nem todas o usam, não é obrigatório mas é muito comum. Nunca vi nenhum que não fosse preto embora alguns deles tivessem tecidos “adamascados”, fazendo desenhos discretos com fios pretos mas com brilhos diferentes como nos tecidos que forram as paredes de alguns palácios.

Na ausência de tchador as mulheres usavam cores cinzentas ou cor-de-burro-quando-foge, sendo raras as cores mais vivas, como se constata na foto. Mesmo assim vê-se nesta foto uma mulher de tchador com uma mochila às costas, fazendo um contraste de modernidade e tradição. A cor é ligeiramente mais abundante no lado esquerdo da imagem, onde estão os homens, que em Teerão andavam separados das mulheres nos autocarros, eles à frente e elas atrás.

Nas visitas aos edifícios históricos viam-se estas turmas de visitantes, mais frequentemente de raparigas do que de rapazes



Notam-se as cores mortiças e, além do tchador, o véu mais típico do Irão, deixando algum espaço entre a face e o véu e deixando ver um bocadinho de cabelo sobre a testa mas tapando sempre o pescoço.

Cores no Irão estão mesmo mais nas indumentárias masculinas ou então nos amores-perfeitos, flores que se vêem um pouco por todo o lado:

2 comentários:

Helena disse...

Belos amores-perfeitos!

O que me choca e irrita sempre nessas fotografias de pessoas é ver os homens de manga curta e as mulheres enfiadas em preto dos pés à cabeça. Que calor horrível devem passar!

sara disse...

Quando estive no Irão e "confrontámos" o guia local (um rapaz novo) com essa bizarria da separação nos autocarros, com os homens à frente e as mulheres atrás, ele saiu-se com graça: "ah, mas assim, se houver um choque frontal, as mulheres estão mais protegidas..." :)