2011-03-17

O Fogo

Comemorando o terceiro aniversário deste blogue e continuando a tradição de mostrar um dos 4 elementos fundamentais, como já passei pela água e pela terra chegou agora a vez do fogo.

Trata-se de um fogo especial, protegido por um vidro, que fotografei em 2010, alegadamente mantido de forma ininterrupta pelos seguidores de Zoroastro desde cerca de 470 DC, portanto há mais de 1500 anos, embora nem sempre neste local.

Diz que vem gente de todo o mundo para ver esta Ateshkadeh (chama sagrada eterna). O deus único Ahura Mazda, sem representação icónica, disse que quando lhe rezassem se voltassem para a luz, o que está na origem da existência de fogo, gerador de luz, nos templos dos seguidores de Zoroastro.

Lembro-me ainda de no liceu me terem ensinado que Zoroastro dizia que existia uma luta permanente entre os princípios do Bem e do Mal e que todos os seres humanos eram chamados a participar nessa luta para apressar a vitória do Bem sobre o Mal. Acho que na altura me disseram que esta vitória estava garantida, a nossa participação era "apenas" para apressar essa vitória. Existem razões para acreditar que Zoroastro nunca visitou Portugal.

5 comentários:

Luísa disse...

Muito interessante o jogo de luzes e reflexos, Jj. E parabéns pelo 3.º aniversário do «Imagens com Texto», por onde é sempre um prazer - e uma aprendizagem! - passar. :-)

jcd disse...

Parabéns. É sempre um prazer visitar o seu blogue.
Joana

jj.amarante disse...

Luísa e Joana, obrigado pelas palavras. Fazer um blogue é agradável :)

Edgar disse...

Ola Jj! estava a investigar o Zoroastrismo e descobri o seu blog..fiquei curioso se a sua foto foi tirada num templo no Irão!??

jj.amarante disse...

Edgar, a foto foi tirada num templo no Irão, na cidade de Yazd, neste artigo da wikipédia (http://en.wikipedia.org/wiki/Yazd)tem uma foto do templo em questão com a legenda "The Zoroastrian Fire Temple of Yazd"