2013-05-12

Os Maravilhosos Produtos Naturais



Já em tempos falei sobre a distinção artificial entre produtos naturais e produtos feitos pelo homem. Para evitar repetir-me neste blogue faço às vezes nele uma busca por uma palavra que me parece mais relevante. Antes de escrever este post fiz uma busca através da caixa localizada no canto superior esquerdo do blogue onde coloquei a palavra “Natureza”. Constatei que já quase não precisava de escrever nada.

Por isso limito-me a dizer agora que quando me falam na bondade dos produtos naturais penso sempre nos cogumelos venenosos, ainda por cima selvagens, portanto alegadamente bons a dobrar por serem “naturais” e “selvagens”. Não faço ideia se estes cogumelos, que fotografei em Jan/2011 nos Olivais Sul numa época bastante húmida que proporcionou boas condições quer aos cogumelos quer ao musgo e às outras plantas da foto, serão comestíveis, não experimentei nem experimentarei antes de realizar um curso sobre o tema, o que me parece pouco provável. Mas gosto de os ver de vez em quando e aprecio a velocidade com que crescem, fazendo jus ao ditado “crescem como cogumelos”:




Tenho visto cogumelos parecidos aos da figura a cima com frequência, embora estas parecenças possam ser perigosas. Recentemente (meados de Abril, estava a acabar o tempo húmido que durou tanto) vi ao pé da minha casa nos Olivais uma cena diferente da habitual:




tão diferente que fui buscar a máquina fotográfica para os fotografar em conjunto e depois mais ao pé




e em grande plano para finalizar



Entretanto estes cogumelos já desapareceram , tão depressa como tinham chegado. Serão alucinogénicos?

5 comentários:

Vítor Santos Lindegaard disse...

Parecem ser o que eu conheço pelo nome francês, morilles, e que só conheço secos. Se são morilles, são cogumelos muito bons - e caros! Um petisco é, por exemplo, um molho de morilles com natas e vinho da Madeira - uma coisa que eu fiz muitas vezes quando trabalhei como ajudante de cozinheiro... Deixo aqui o link da Wikipédia em português, que não propõe nenhum nome vernáculo: http://pt.wikipedia.org/wiki/Morchella. Que lhe parece? São os mesmos? Se forem, devem ser bastante pequenos. Pelos menos, as morilles secas que eu conheço são pequeninas.

jj.amarante disse...

Vítor, eu acho que são realmente muito parecidos mas dizem-me que há cogumelos venenosos e não venenosos parecidíssimos. Estes teriam entre 5 e 10cm de altura mas depois de secos é possível que mirrassem muito. E na Wikipédia diz que "Mesmo quando bem cozidos estes cogumelos podem por vezes provocar sintomas intoxicação ligeira quando consumidos com bebidas alcoólicas", fazendo pensar que o vinho (da Madeira) nãoseria o ideal...

Vítor Santos Lindegaard disse...

Pois, com cogumelos uma pessoa não se deve nunca aventurar. Os venenosos que são parecidos com as Morchella são um bocadinho diferentes (http://en.wikipedia.org/wiki/Gyromitra_esculenta e http://en.wikipedia.org/wiki/Verpa_bohemica), mas nunca fiando, se não se tem muita experiência. Quanto à toxicidade da Morchella quando comida com álcool, deve ser rara (já vi muitas vezes pessoas comerem morilles e beberem sem problemas), mas, mais uma vez, é melhor não arriscar. Agora, com o molho não há problema - leva muito pouco, mas, mesmo que fosse mais, quando se põe alguma bebida alcoólica na comida, o álcool evapora logo quando ferve. Uma pesquisa rápida diz-me que é mais comum usar Porto que Madeira, mas eu prefiro sempre Madeira para molhos de natas. Gostos, enfim. http://tinyurl.com/c65ez44 Com isto tudo, sabe, fiquei cheio de saudades de um bife da vazia com molho de morilles. E é capaz de não ser já amanhã que o como...

jj.amarante disse...

Essa evaporação do álcool deve minorar muito o problema. E concordo consigo que os outros cogumelos referidos na wikipédia não são tão parecidos assim. Ainda pensei em fazer uma gracinha no post referindo que tinha finalmente descoberto uma causa para o comportamento errático do governo de Portugal, que poderia ser explicado por uma ingestão inadvertida de cogumelos alucinogénicos mas acho que já não consigo ironizar sobre este governo. Boa sorte na realização desse desejo do bife com molho de morilles.

jcd disse...

Ai ver as fotografias, também eu disse: são 'morilles', que também costumo usar secos na cozinha. É curioso vê-los nos Olivais, mas eu também vejo com imensa frequência perdizes ao lado de minha casa... Com perdizes e 'morrilles' o país não está perdido. Boas fotografias.